Trilha Imperdível – Costão Itacoatiara

Trilha Imperdível – Costão Itacoatiara

Niterói é famosa por ser uma cidade com uma bela vista para o Rio de Janeiro. De fato, a vista da carinhosamente chamada Nikity para o Rio não é nada mal, mas o fato é que a cidade tem também seus encantos. E Itacoatiara sem sobra de dúvidas é um cantinho do paraíso perdido em terras niteroienses.

Ultimamente a praia tem ficado muito conhecida por suas inúmeras imagens nas redes sociais com a inclusão da #itacoatiaradise e também por reportagens que classificam a praia como sendo a mais encantadora da cidade. Rótulos a parte, o fato é que para os aventureiros e amantes na natureza, sem sombra de dúvidas vale a visita.

Escalada, trekking, surf, SUP e slackline são alguns dos esportes que são muito praticados por lá. Aos poucos vamos postando algumas dicas sobre cada uma das modalidades na região.

Dessa vez escolhemos o Trekking do Costão.costão itacoatiara

Trekking do Costão Itacoatiara

Considerado como uma trilha relativamente fácil, é ótima para aqueles que estão começando a se aventurar. Não exige muito esforço físico nem demanda muito tempo e ainda pode ser composta com a dobradinha trilha + praia.

Como Chegar

O trajeto todo fica a aproximadamente 35 km do Rio de Janeiro. O caminho começa pela Ponte Rio-Niterói, seguindo, já em Niterói, em direção às praias oceânicas. Existe apenas uma entrada para a praia de Itacoatiara. Logo na entrada passa-se pelo posto policial e segue-se reto em direção a praia. Ao chegar na praia deve-se pegar a esquerda até o final. Entrar na ultima rua até a sede do Parque Estadual da Tiririca aonde começa a trilha.

Para melhor localização o endereço da sede do parque é: Rua das Rosas, 24, Itacoatiara/Niterói

Chegando lá a única exigência é assinar o livro de visitantes e seguir adiante.

A trilha

A caminhada leva cerca de 30 minutos, mas isso vai depender muito do ritmo da sua caminhada e da movimentação na trilha. O percurso da sede do Parque até o topo do Costão, também conhecida como Morro do Tucum, tem aproximadamente 600 m e a formação rochosa tem 217 m de altitude.

O inicio da caminhada se dá por uma trilha sem bifurcações que após 200 m de caminhada dará numa Pracinha de onde se poderá seguir para a Enseada do Bananal ou para o Costão. Dali se podia também seguir para a Pedra do Elefante, porém por questões de preservação da Serra da Tiririca a administração achou por bem não permitir mais o acesso a Pedra do elefante por esse caminho.

Como o destino é o Costão devemos seguir a direita, conforme indicado na placa do local.

A partir desse momento a trilha se torna uma caminhada em aderência na pedra. Não tem erro, é pedra acima. Alguns se sentem um pouco inseguros nessa parte da caminhada. O ideal é que se coloque um calçado adequado para evitar escorregões, mas a trilha é muitas vezes feitas por pessoas descalças e crianças. Tudo depende da sensibilidade dos seus pés e da sua relação com a natureza.

costão itacoatiaraEssa parte da caminhada também não apresenta grandes dificuldades de navegação. Basta seguir em frente até o cume do morro. A paisagem é incrível e vale muito a pena. Apesar de ser uma caminhada leve ela é muito frequentada por diversos admiradores da natureza desde os mais experientes até os mais calejados. Temos de um lado a mata verdinha da Pedra do Elefante e de outro o exuberante mar da praia de Itacoatiara. Mais ao fundo avistamos ainda outras praias oceânicas de Niterói e ainda conseguimos avistar as imponentes pedras do Rio de Janeiro como Pão de Açúcar e Pedra da Gávea.

Um detalhe que se deve ter atenção é para o fato de que a maior parte da trilha é exposta ao sol, logo não deixe de se proteger com camisas com proteção UV, bonés ou viseiras e filtro solar. A água também é essencial para evitar maiores problemas com relação a hidratação.

Horário de visitação

Segundo o INEA, o horário de visitação da trilha é de terça a domingo das 8h as 17h. Logo, recomendamos a trilha de manhã ou fim de tarde para se evitar o sol forte, mas o por do sol deve ser apreciado da Praia de Itacoatiara ou da parte baixa da Pedra subindo-se pela areia da praia apenas para ter o gostinho de ver o sol se pondo da pedra.

Fica a dica:

costão itacoatiaraDificuldade da trilha: leve.

Tempo: Aproximadamente 30 minutos de subida.

Exposição ao sol: intensa.

O que levar? Roupas leves com proteção solar, água e um tênis com uma boa aderência.

Passar o dia na praia e agregar a subida ao Costão pode ser uma boa idéia.

Para os mais aventureiros vale levar o material de escalada. Existem várias vias de escalada e locais que valem a pena o Rapel.

 

Seguir Bia Carvalho:

Criadora do @mulheresqueescalam. Se amarra nas atividades em contato com a natureza, seja velejando no mar ou escalando montanhas. Encontrou nos esportes uma terapia. Adora compartilhar e incentivar a prática de atividades saudáveis.

Últimos Posts de

2 Respostas

  1. Tininha
    | Responder

    Cheguei no blog por conta da matéria sobre cargueiras e já estou por aqui a quase uns40 mints tentando ler tudinho… rs

    Minha primeira trilha foi o Costão e não achei fácil não. Suei viu. kkk Mas enfim, obrigada por dividir suas experiências e boas dicas conosco . Bjs !

    • Bia Carvalho
      | Responder

      Olá, Tininha! Fico feliz que esteja aproveitando o site! Procuramos dividir nossas experiências com vocês e dar aquela forcinha para que vocês também transformem seus sonhos em realidade!!
      Classificar uma trilha como fácil ou difícil é mesmo muito complicado. São muitos fatores envolvidos, não é mesmo?! De qualquer forma o importante é ir lá e se divertir! Obrigada pelo seu feedback! Beijos

Deixe uma resposta