Como escolher os equipamentos de Trail Running

Como escolher os equipamentos de Trail Running

postado em: Dicas | 7

Após saber o que é o tal do Trail Running e como começar nesse esporte maravilhoso, é hora de conhecer os equipamentos de Trail Running disponíveis no mercado, para que servem, qual  a importância de cada item e qual o melhor custo-benefício para cada tipo de corredor.

Imagine-se correndo uma prova de trail running de 21km com largada prevista para 16h. Você está na linha de largada cheio de emoção. Vai ser sua primeira prova. Você treinou intensamente para esse momento e agora é hora de desfrutá-lo. Não são raros os casos onde uma emocionada lágrima surge nessa hora. Você merece sentir isso e transbordando de adrenalina e emoções inicia a corrida. Após alguns metros aquele mar de gente começa a se separar, o estradão vira trilha após a primeira curva e correr sobre algumas raízes de árvores começa a ser um pouco mais complicado. Por volta da primeira meia hora você começa a perceber que a alça da mochila está pegando no pescoço. É um leve incômodo mas dá para suportar. Lá vem a primeira subidona. Você respira fundo e começa a encará-la se apoiando nos galhos de árvore para ganhar uma ajudinha, quando passa um atleta com bastões de caminhada parecendo não fazer esforço (acredite, ele está fazendo bastante esforço). Você treinou, estava preparado, supera a subida e começa a descer. Apesar de ser fim de tarde está bem quente. No final da descida ao ter que atravessar um rio você já nem se importa em se molhar até a cintura. Os ânimos parecem estar revigorados após o banho. Alguns quilômetros a frente você volta a sentir calor mas uma sensação estranha é percebida. A meia continua encharcada e parece ter feito algumas dobrinhas em baixo dos dedos. Você não para. Já foi mais que a metade da prova, não quer perder tempo. A falta de luz natural o obriga a parar para pegar a lanterna. Que surpresa desagradável. A lanterna não funciona. Virou sacrifício. A mochila pegando no pescoço agora incomoda muito, onde a meia molhada estava pegando agora é uma bolha, o tênis patina na descida cheia de lama e você tem que seguir os corredores que passam por você com luz…

A maioria esmagadora de corredores já passou por situações assim. Imprevistos ocorrem com uma frequência grande nesse tipo de esporte, porém estando bem preparado podemos minimizar muito os efeitos negativos dos imprevistos.

Saiba como escolher os equipamentos de Trail Running

Sua casa é o Mundo

          Calçando

O principal material para Corrida de Montanha é o calçado. Inicialmente, nas primeiras fugidas para as trilhas teste o seu tênis de corrida. Aquele mesmo que você usa no asfalto. Não encare trilhas muito técnicas. Você vai perceber que a estabilidade e a aderência dos tênis de asfalto deixam a desejar. Isso se deve ao amortecimento e ao solado. Os fabricantes retiram material da sola dos tênis de trilha tornando-os mais duros e com o centro de gravidade mais baixo do que estamos acostumados a usar no asfalto. A sola possui diversos grips (pequenas travas desenhadas no solado) que lhe garantem a melhor aderência. Não confunda tênis de trail running com botas de trekking/hiking. Os tênis não devem ser impermeáveis e precisam ser leves.

O primeiro fator a ser pensado na hora de escolher um tênis é no conforto do pé. Respeite a anatomia do seu pé para escolher o que melhor lhe atende. Tecnicamente o peso e o solado são os fatores que mais consideramos. Quanto mais leve melhor. Quanto ao solado o desenho dos grips define qual o melhor tênis para cada terreno específico. Esse preciosismo apesar de existir tem pouco resultado prático. A diferença no desempenho é bem sútil.

Abaixo alguns tênis que usamos e aprovamos:

Speedcross 3 TENIS C LITE 2 0 TENIS BUSHIDO TENIS ANAKONDA speedcross 3

 

 

 

 

 

 

 

 

Meias

Meias de algodão devem ser evitadas sempre. Elas não possibilitam a transpiração do suor, deixando os pés molhados. O que pode vir a provocar bolhas. O ideal é utilizar meias de material sintético. Existe ainda a possibilidade de utilizar meias de compressão. Um tipo de meia que possui uma tecnologia específica para melhorar a circulação do sangue nos pés ao longo da corrida.

 

Compressão Nomade
Compressão Nomade
compressão salomon
Compressão Salomon
Meia Compressão Maxie
Compressão Maxie
Meia Compressão Kailash
Compressão Kailash
Meia Solo
Meia Solo

Vestindo

O segredo do vestuário quando se corre ao ar livre está nas camadas de roupa. Ir para as montanhas ou para trilha desprezando a possibilidade de chuva ou frio é arriscar-se sem necessidade. Pelo menos um corta-vento é item obrigatório nas nossas mochilas quando vamos para o mato. Aprender como funciona o sistema de camadas é um importante passo para programar a roupa adequada para cada tipo de prova.

Camada de base

É formada pela camada mais próxima ao corpo. Assim como as meias, é interessante ser de material sintético, como DryFit, Thermax, CoolMax, entre outros. Esta camada tem a finalidade de eliminar o suor do corpo mantendo-o seco. É muito importante que esta camada não seja de algodão, pois quando o algodão molha, você irá permanecer molhado por muito tempo.

Existem diversas opções. Algumas marcas nacionais têm o produto mais barato que os importados e não devem nada para os gringos.

Camada secundária

É uma camada que só utilizamos em situações de muito frio. O material utilizado nessa camada deve permitir a transpiração e ao mesmo tempo ser isolante, sendo quente o suficiente para manter o calor corporal armazenado. Dryline, Polartec, Thermax, são alguns exemplos de materiais que utilizados nessa camada.

Curtlo Feminina
Curtlo Feminina
The Nort Face
The Nort Face
Salomon
Salomon
Solo Feminina
Solo Feminina
The North Face Fem
The North Face Fem

Camada externa

É a camada mais desejada nos momentos de chuva e frio. À prova de vento e de água, tem o papel de proteger o nosso corpo do vento e evitar que nos molhemos. É fundamental que também permita a transpiração. Gore-Tex é o material mais conhecido com essa finalidade. A Camada Externa pode ser utilizada com a Camada de Base sem problemas. Por exemplo: “Você está treinando nas trilhas da Floresta da Tijuca, Rio de Janeiro, e começou a chover. Ao colocar o seu casaco impermeável sobre a camisa Dryit você está utilizando a Camada Externa sobre a Camada de Base.”

Luvas

As luvas são uma excelente maneira de proteger as mãos nas trilhas. Particularmente quando sabemos que vamos passar por trechos de floresta.

Também é importante saber que no frio nós podemos perder 30% do calor corporal através das extremidades, por isso é muito importante cobrir as mãos com luvas de materiais transpiráveis.

No caso de frio extremo, luvas sem dedos são a melhor opção (aquelas em que os dedos ficam todos juntos num mesmo compartimento), pois dessa forma os dedos da mão irão partilhar o calor se mantendo mais aquecidos

Viseira ou boné

A proteção da cabeça é muito importante, particularmente em dias ensolarados e de altas temperaturas. Um boné é uma boa opção para proteger o rosto do sol. Porém, há corredores que preferem a viseira, alegando que, além de proteger o rosto do sol, possibilita uma maior ventilação da cabeça.

Gorro ou Headband

Outra extremidade responsável pelo perda do calor corporal é a cabeça. Em climas frios é extremamente importante o seu aquecimento, pois se fala em uma perda de 40% do calor por ela. Duas ótimas opções são os gorros e headbands. A grande diferença é o topo da cabeça. O gorro tem um formato de toca enquanto a headband circunda a cabeça, protegendo as orelhas, deixando o topo da cabeça livre.

Bandana ou Buff

São mais leves e não tão quentes quanto gorros e headbands. Bandanas e Buffs são muito usados no sky e veem ganhando adeptos em outros esportes ao ar livre. É um tipo de equipamento muito útil e versátil em momentos frios podendo proteger o roto, pescoço e até mesmo a cabeça.

Equipamentos e Acessóriossua casa é o mundo

Mochila de hidratação

A mochila de hidratação é um importante item do “arsenal” do trail runner. Existem diversos modelos no mercado. Antes de escolher o melhor você deve considerar para que utilizará aquela mochila. Se irá percorrer distâncias curtas uma mochila pequena poderá atender suas necessidades. Para distâncias maiores, mochilas maiores. Existem opções onde o tamanho da mochila varia. Modificando alguns ajustes ganha-se preciosos litros (o volume da mochila é medido em litros).

Dicas interessantes sobre a mochila:

  • Na véspera do dia do treino deixe o reservatório de água no freezer. Coloque água até a metade do volume total e quando você for correr complete a água.
  • Aprenda a regular os ajustes da mochila. Eles foram feitos para deixar sua corrida o mais confortável possível e todo ajuste tem alguma finalidade. 
  • Não guarde sua mochila suada. Passe uma água nela após os treinos e deixe-a secar à sombra.

mochila camelback mochila curtlo mochila deuter mochila guepardo mochila osprey mochila Salomon S LAB mochila TNF mochila trilhas e rumos mochila azteq mochila fox

Trekking Poles

Os Bastões de caminhada são uma ótima ferramenta para auxiliar nas subidas encontradas em provas de trail running. A maioria dos corredores em provas grandes o utilizam e de fato eles são muito úteis. Porém, quando estamos correndo no plano ou nas descidas eles são um saco. Incomodam muito se você não tiver um lugar e um jeito certinho para guardá-los e liberar as mãos durante a corrida.

Pensando nesse aspecto a melhor pedida é um par de bastões dobráveis. Quando dobrados eles ficam num tamanho tranquilo para colocar na mochila. Na hora de escolher seu bastão atente para a altura adequada. O tamanho ideal deve ser medido com você de pé e o seu antebraço paralelo ao solo (cotovelo fazendo um ângulo reto).

Lanterna de cabeça

Lanterna de cabeça é um item obrigatório em qualquer de nossos kits de aventura. No trail running é fundamental. Ir para o “meio do mato”, qualquer que seja o horário não nos garante que voltaremos antes do escurecer. Há uma infinidade de coisas que podem acontecer e atrasar esse retorno. Pelo peso/volume da lanterna e a garantia de luz em qualquer situação ter uma lanterna de cabeça na mochila sempre que for para as trilhas é uma ótima ideia.

Relógio GPS

Um relógio com GPS é muito interessante para a prática do trail running. Além de ser útil para registrar o desempenho, conferindo o pace, o rendimento desenvolvido em cada fase e as médias, ele é muito importante para saber a localização. Existem modelos que a medida que nos deslocamos vai desenhando um mapa com o trajeto que percorremos. Outra opção interessante é baixar trilhas no wikiloc colocando direto no relógio, assim você pode correr em qualquer trilha.

As marcas mais encontradas entre os corredores são Suunto e Garmin. Outras opções são os relógios Timex e Polar.

Conclusãosua casa é o mundo

Em que pese a influência do material utilizado no nosso desempenho é importante ter em mente a individualidade biológica de cada um de nós. Por vezes o melhor equipamento para atender as nossas demandas não é o mais caro, não é importado, por vezes nem é comercializado. Tenha atenção para a funcionalidade do que você procura e pesquise. Aproveite as dicas e divirta-se. Ficaremos gratos com feedbacks e sugestões.

Bons ventos!

Fontes:

www.desedentarioamaratonista.com

www.kalenji-running.com

www.webrun.com.br

Lojas:

Arco e Flecha

Orientista

Seguir Edinho Ramon:

Fundador

Fundador do Sua Casa é o Mundo. Apaixonado por viagens, atividades ao ar livre e esportes de aventura. Acredita que sonhar é importante e realizar sonhos é fundamental. Sua missão é inspirar compartilhando histórias, fotos e dicas úteis.

7 Respostas

  1. viviani
    | Responder

    Excelentes e preciosas dicas!!!

    • Edinho Ramon
      | Responder

      Valeu Vivi!!! Aguardamos um texto seu sobre treinamento! 😀

  2. Pedro Vilela
    | Responder

    Excelente materia, cara!! O site ta cada vez mais show de bola, parabens!!

  3. Altair
    | Responder

    Gostei das dicas, vou iniciar o treinamento.

  4. Rodrigo
    | Responder

    Excelentes dicas… Sintéticas, objetivas e práticas…

Deixe uma resposta