Indomit Costa Esmeralda

Indomit Costa Esmeralda

postado em: Luci, Relatos | 0

Fui desafiada a escrever um pouco sobre a Indomit Costa Esmeralda, que ocorre em Bombinhas - SC, um dos pontos turísticos do nosso país, apreciado por viajantes nacionais e estrangeiros. O evento que este ano teve sua quarta edição se dá, normalmente, entre o final do mês de Outubro e início do mês de Novembro, com clima tropical, úmido e quente, e provavelmente com “um sol” para cada atleta.

As provas são de várias distâncias, tendo como as mais procuradas os 21, 50, 80 e 100km. Em edições passadas tivemos os 5km e neste ano os atletas mais experientes largaram para 100 milhas, sendo essa a segunda prova realizada na distância no Brasil, porém com o tempo de prova bem apertado 28 horas para que os 160km fossem concluídos.

Minhas primeiras experiências 

indomit costa esmeraldaMinha primeira participação na prova de 80 km da Indomit Costa Esmeralda foi fenomenal, pois foi minha estreia na distância, nessa prova clássica do ultratrail, as 50 milhas, foi no lugar onde sonho viver depois da minha aposentadoria, por onde tenho um apreço especial. Conheço Bombinhas desde a adolescência, quando ainda era povoada em sua maioria por pescadores, a região de Zimbros e Canto Grande são as minhas favoritas e recomendo qualquer corredor trail ou turista a provarem as belezas e a energia daqueles lugares.

Resolvi me inscrever para a prova, na edição de 2015, quando migrei para o trail definitivamente, treinava pelos morros em Porto Alegre e quis me aventurar nos 80 km, visto que já tinha realizado uma prova da mesma distância pelas areias do litoral gaúcho e outra de 53 km por trilhas da serra catarinense. Os treinos, a rotina de exercícios complementares e o meu treinador revelavam-me que eu tinha condições de concluir. Tudo redondo, prova perfeita, concluí a prova em 12h e 10min e de quebra fui a 3ª colocada na geral, sem jamais esperar, achei ser sorte de principiante. Não sei, mas a partir daí pensei, “nada como estar no lugar certo, na hora certa e bem preparada”.

Em 2016 me inscrevi outra vez, e as 50 milhas mais pareceram 150 km, de angustia, incertezas e puro sofrimento. A prova aumentou a sua dificuldade, com duas ascensões a mais, no ano anterior o percurso fora modificado em função das chuvas ininterruptas e volumosas que castigaram a região durante os cinco dias que antecederam a largada. Mas na segunda vez que me arrisquei por lá e sem uma nuvem no céu, o enredo foi outro. A preparação física não estava das melhores, o ano não tinha sido tão proveitoso, mesmo assim resolvi participar, afinal, eu já conhecia a prova, e provavelmente isso seria um facilitador. Pois deu tudo errado, com direito a descanso em cima de um morro e a quase decisão de abandonar, faltando 15 km para o final. Fiquei ali por uns 10 minutos pensando e resolvi continuar caminhado para a conclusão, resultado 15h e 16min de frustração. Ainda assim consegui o 1º lugar na minha categoria, a das jovens senhoras, risos, 40-45 anos. Mas cruzei a linha de chegada cansada, muito cansada, próxima da exaustão. Simplesmente mudei meu pensamento, “nada como estar no lugar certo, na hora certa, sem estar preparada para ter um grande fracasso”.

Indomit Costa Esmeralda 2017

Neste ano, minha terceira vez na Indomit Costa Esmeralda, tudo diferente. Com uma visão mais madura, sensata e real do ultratrail, até pela jornada percorrida desde que migrei para o trail em 2015. A prova estava no meu calendário, com fases de treinamento montadas e focadas para a conclusão e resultado. Os treinamentos desgastantes e rigorosos ao longo do ano foram fatores preponderantes para o meu sucesso. Em percursos técnicos e difíceis, com clima quente e úmido, onde o tempo de exposição a essas condições aumenta, favoreceram a minha performance. Favorecem, pois não sou uma atleta rápida, sou resistente e constante; consigo me manter em um ritmo que me garanta estar competitiva ao final das provas. Com todas essas certezas às 22hs do dia 27 de outubro alinhei e parti para mais uma viagem pelos 80km da Costa Esmeralda.

Desde a largada, eu já me posicionei com mais atitude, pensei em me destacar novamente, utilizando para isso estratégias que eu já havia testado nos treinos e provas de preparação. O percurso foi quase o mesmo de 2016, com a mesma dificuldade técnica e de altimetria, muito calor, umidade dentro da mata durante a noite, muitos casos de desidratação, ao amanhecer um sol radiante num céu de Brigadeiro, resultado, muitas pessoas necessitando de assistência, ambulâncias para cima e para baixo.  Continuei firme, me mantive forte desde o início até o último passo, resultado obtido de forma racional, seguindo a estratégia definida, dentro do planejado, um sucesso. Segundo lugar no pódio geral! Meu corpo respondeu muito bem, me senti realizada como ultramaratonista. Concluí como atleta amadora madura, centrada, segura, preparada para enfrentar a distância e toda a exposição que ela nos traz, fruto de um planejamento técnico excelente, de uma a planilha feita com seriedade, respeitando ritmo, frequência, descanso e alimentação balanceada, por isso estava pronta para ousar mais, principalmente por ter trabalhado a resistência física e mental durante o ano e elas trouxeram de carona a capacidade de eu conhecer o comportamento do meu corpo e buscar o máximo desempenho para aquele momento.

Indomit Costa Esmeralda

Características da prova

Depois da minha terceira conclusão na prova de 80 km da Indomit Costa Esmeralda, creio que posso relatar com propriedade as características da prova. Acredito ser a prova ideal para quem deseja estrear na distância, recomendo por altimetria positiva acumulada condizente para um estreante - 2800 m, com boa parte do percurso sendo técnico, mata fechada com pedras, erosões e muita pedra molhada e com limo, além das tradicionais e intermináveis praias de areias fofas.

O clima é quente e úmido, mas o horário da largada nos permite passar a maior parte da prova no período da noite, o que considero mais agradável, visto que o sol castiga muito naquelas bandas. Esta é uma prova muito organizada, o percurso é muito bem balizado com fitas coloridas para o dia e refletivas para a noite. Os postos de assistência são numerosos, com dropbags, alimentos, líquidos e staffs para auxiliar, o que permite a realização da prova com menos peso na mochila. Também, podemos citar os tempos de corte, que são bem “gordinhos”, o que permite ao atleta percorrer a prova mais tranquilamente, temos 20h para concluir o objetivo, confirmando depois de isso tudo ser a prova ideal para a estreia nos oitenta k.

Sendo as 50 milhas ou 80 km um clássico do ultratrail, ela também é um divisor de águas para as longas distâncias, pois é nela que o atleta entende que nem tudo é ritmo e força, entende que é necessário ser resistente e constante, além de começar a provar os devaneios do “fluxo”, um momento em que o corpo evolui para “outro estado”, um ponto onde tudo está conectado, onde o físico e o mental se fundem num só e nem um e nem o outro é mais importante; e é neste momento de integração que percebemos o quão fortes e capazes somos, e podemos sim chegar até o final.

Indomit Costa Esmeralda

Conclusão

Como esta é a distância que mais me atrai, meu objetivo é amadurecer cada vez mais e aprimorar minha performance na busca de um melhor desempenho. O calendário de provas para 2018 já está pronto, e, a Indomit Costa Esmeralda 80km está presente sim, eu quero concluí-la mais uma vez, e tantas outras vezes que eu conseguir encaixá-la, porque sempre que for possível estarei alinhada para, novamente, galgar cada pedaço daquele lugar mágico, que me faz tão bem, pelo simples fato de ficar algumas horas comigo e em contato com a natureza, um dos melhores encontros que o trailrun pode oferecer; o encontro com o ser primitivo, simples e capaz que existe dentro de cada um de nós!

Seguir Luci Guerreiro:

Ultra trail runner desde 2013 é enfermeira de formação e não tem frescura! Coleciona no currículo provas entre Brasil, Argentina e Chile. Se destacando na Extreme Marathon que ganhou e no vice-campeonato nos 80 km da Indomit. Sua missão é compartilhar tudo sobre o trail run.

Últimos Posts de

Deixe uma resposta