Os calanques de Marselha

Os calanques de Marselha

 

Os calanques de Marselha ficam na região sul da França e é um lugar espetacular. O Parque Nacional dos Calanques se estende entre Marselha e Cassis, sua formação rochosa de falésias calcárias se assemelham aos fiordes noruegueses, mas com a peculiaridade de invadir o mar mediterrâneo.  

Como chegar?

O Parque Nacional dos Calanques foi criado em 2012 e o acesso a ele pode se dar por via terrestre ou marítima. Por mar é possível pegar um barco nos portos de Cassis ou Marselha e os passeios variam entre pequenos trajetos de 45 minutos até longos passeios de cerca de 3 horas até parte do Parque Nacional. Por via terrestre é possível escolher uma trilha entre os 160 km balizados. 

Onde ficar? 
Camping Municipal de Le Rozier

Tanto em Cassis como em Marselha é possível encontrar uma boa gama de opções. Se tratam de cidades grandes e estruturadas para o turismo. 

Nossa experiência

Passamos 2 noites em Marseille num hostel que encontramos na região. Mas, preferimos muito mais os dias que ficamos em Cassis. Devido a estrutura da cidade e a proximidade com a área que mais gostamos da região eu não pensaria duas vezes e escolheria Cassis como opção para hospedagem a fim de conhecer os Calanques de Marselha. Em Cassis seguimos a filosofia da viagem que estávamos fazendo. Arrumamos um Camping na região e passamos a noite no nosso carro acampados. 

Onde ficar? 
Camping Municipal de Le Rozier

Tanto em Cassis como em Marselha é possível encontrar uma boa gama de opções. Se tratam de cidades grandes e estruturadas para o turismo. 

Nossa experiência

Passamos 2 noites em Marseille num hostel que encontramos na região. Mas, preferimos muito mais os dias que ficamos em Cassis. Devido a estrutura da cidade e a proximidade com a área que mais gostamos da região eu não pensaria duas vezes e escolheria Cassis como opção para hospedagem a fim de conhecer os Calanques de Marselha. Em Cassis seguimos a filosofia da viagem que estávamos fazendo. Arrumamos um Camping na região e passamos a noite no nosso carro acampados. 

A nossa trip pelos Calanques de Marselha

Quando decidimos que nosso destino seria a França, eu sabia que queria passar por lá. Já tinha visto fotos incríveis da região e não precisou muito mais do que uma pesquisa no google imagens para eu ter certeza que essa região nao poderia faltar.

Nosso primeiro destino foi Marselha. Estávamos de carro seguindo uma road trip de lua de mel que começou em Vichy, com a minha prova de IM 70.3. Escolhemos um hostel para nos hospedar e logo ficamos sabendo que o vento na região estava forte e que a visita ao calanque estava fechada. Nos acomodamos, e fomos passear de carro pela região. Visitamos algumas praias, fizemos algumas imagens do que dava para avistar dos calanques, mas eu ainda não estava satisfeita. 

No final do dia apesar do vento pudemos acessar o Calanque de Sormiou, já que na parte da noite o acesso fica liberado para os carros. 

Calanque de Sormiou

O Calanque de Sormiou é lindo. Fizemos o caminho de carro passando por toda aquela formação rochosa linda até chegarmos no final. Um mar maravilhoso, com uma cor incrivelmente clara. Já era tarde e não havia a menor possibilidade de pensar em banho de mar. Resolvemos então curtir nossa lua de mel e parar no restaurante Château Sormiou para tomar um bom vinho francês. 

Mas, ainda queria encontrar o local que tinha visto nas fotos do Google, e ainda não era exatamente ali que tinha sonhado estar. Fomos então para Cassis. 

Calanque d`En Vau

Após passarmos a noite num Camping em Cassis, acordamos bem cedo em busca de uma caminhada e um banho de mar no mediterrâneo.

Foi assim que encontramos os calanques das fotografias tanto procurado por mim. Estacionamos o carro na proximidade do início da trilha e começamos a caminhar. Existem várias trilhas pela região a nossa costuma levar cerca de 1 hora para ser concluída, confesso que não me liguei na hora. Estava de férias e não estava tão preocupada com o tempo da trilha. 

O percurso é lindo. Avistamos o mar a todo momento. Veleiros, marinas, lembranças e saudades. Muito gostoso apreciar essa caminhada até o mar. Lá pude enfim tomar meu banho de mar na água gélida do mediterrâneo. E aproveitar o dia. Foi então que vimos uma galera escalando e resolvemos que voltaríamos lá para escalar.

Após uns dias de viagem pela França retornamos no mesmo lugar, já com o guia de escalada na mão fizemos a caminhada e paramos numa pedra incrível para escalar. A paisagem sendo apreciada em meio a escalada vai ficar pra sempre registrada em nossa memória! 

Seguir Bia Carvalho:

Criadora do @mulheresqueescalam. Adora praticar atividades em contato com a natureza, treinar triathlon e subir montanhas. Encontrou nos esportes uma terapia. Adora compartilhar e incentivar a prática de atividades saudáveis.

Últimos Posts de

Deixe uma resposta