Como funciona o Wikiloc?

Como funciona o Wikiloc?

postado em: Aventuras, Dicas | 25

O que é o Wikiloc

WikilocO Wikiloc é um canal de mídia social de conteúdo fornecido voluntariamente. O criador foi o espanhol Jordi Ramot que como um hobby para trocar com os amigos trilhas feitas de bicicleta e caminhadas na montanha criou um portal na internet. O negócio foi ficando interesante e em 7 abril de 2006 ele criou o Wikiloc com o objetivo de proporcionar uma ajuda mútua para descobrir trilhas, caminhos, rotas e pontos de coordenadas para atividades ao ar livre. Com a abertura para o público as atividades foram se expandindo. Atualmente conta com mais de 1 milhão de membros explorando e partilhando quase 3 milhões de trilhas nos mais diversos lugares do mundo. Existem desde trilhas a pé até trilhas com camelos.

Como funciona

O Wikiloc tem uma interface muito simples de usar. O primeiro passo é se cadastrar no site, clicando no link alaranjado no canto superior direito. Uma vez registrado você terá duas opções: buscar trilhas ou oferecer uma trilha que você realizou.

Para pesquisar clicar no link busca e selecionar trilha ou usuário e em seguida digitar o que você está procurando. Se você está em busca de uma trilha irá aparecer uma lista com o nome, distância, grau de dificuldade, quem postou e onde está localizada. Além de fotos (se existirem) e um trail rank. Se sua procura for por usuários a lista constará com foto, nome, rank de usuário, quantidade de trilhas e de pontos de interesses compartilhados.

Clicando no usuário aparecerá a lista com as trilhas dele e em seguida você ira escolher uma trilha. Ao ir para a página da trilha você terá todas as informações sobre aquele destino.

WikilocA palavra em negrito sobre o nome da trilha e a imagem localizada à esquerda definem a atividade desenvolvida (trekking, mountain bike, etc…). Ao lado, também sobre o nome da trilha, entre parênteses o local (País → Estado → Cidade ). A imagem, localizada abaixo é o mapa do Google Earth (com todas as funcionalidades do mapa e dependendo da trilha até aquele bonequinho alaranjado da visão 3D) com o traçado da trilha realizado e o perfil da elevação do trajeto. Sobre o mapa, em azul, estão as funções: Adicionar aos favoritos, Adicionar sua avaliação, Baixar e Compartilhar. Adicionar aos favoritos, Adicionar avaliação e compartilhamento são simples e não precisam de explicações específicas.

wikilocBaixar é a função mais importante e menos simples do Wikiloc. Não pela complexidade, mas pela quantidade de opções. São quatro opções disponíveis na janela de download de trilha. Arquivo: onde é possível definir entre as extensões GPX e TCX, sendo possível simplificar o arquivo reduzindo os pontos da trilha; Google Earth: a opção disponível para baixar a trilha como arquivo KML, para trabalhá-la no Google Earth; Garmin: baixando direto para o GPS Garmin a ser utilizado (podendo inclusive ser GPS de pulso como o Forerunner 910 por exemplo); iPhone / Android para utilizar no aplicativo. Simples assim e você já terá o arquivo para a trilha.

COLUNAPorém, um dado importante a ser considerado na hora de selecionar qual arquivo a ser baixado é a confiabilidade da fonte. Por ser uma mídia de conteúdo voluntario partimos do princípio da boa fé dos usuários. Entretanto, a de se considerar que o wikiloc também pode ser utilizado por pessoas menos experientes em orientação. Analisando a coluna localizada mais à direita encontramos na primeira linha a foto e o nome do autor; abaixo da foto o número é referente ao ranking do usuário. Quanto maior o número mais ativo e confiável é quem postou aquela trilha; à direita do número existe um outro número referente à quantidade de trilhas que o usuário já disponibilizou; ainda mais à direita ao lado de uma bandeirinha é quantos pontos de interesse ele já compartilhou; abaixo, a janela verde simboliza que eu (usuário logado) já realizei a trilha disponibilizada por ele; na linha mais abaixo 6 considerações importantes. Na primeira linha ele indica a distância da trilha e se o ponto de término coincide com o ponto de partida. Nesse caso está coincidindo. Caso contrário onde lê-se sim estaria escrito não; na linha central o número da esquerda se refere ao acumulo de subida e ao seu lado direito lê-se a altitude do ponto mais alto da atividade; na linha inferior temos o acumulo de descida e a altitude do ponto mais baixo do trajeto; em seguida fotografias do itinerário; dificuldade técnica é um item muito subjetivo e isso deve ser levado em consideração; Hora e Recorded indicam quando foi gravada a trilha; Coordenadas é a quantidade de pontos da trilha que foram gravados; Uploaded é a data que o conteúdo foi disponibilizado na rede; por fim observamos outra avaliação subjetiva. Através do feedback postado pelos diversos usuários da rede o Wikiloc classifica através de estrelas para facilitar a apreciação dos novos “buscadores”. Rating é a média geral das classificações, Information o quão útil e fiel ao trajeto é aquela informação, Easy to follow é o quão fácil é seguir aquele caminho e Scenery é relacionado à paisagem da trilha percorrida.

para enviar suas trilhas a dificuldade é bem menor que para procurá-las. Basta clicar no ícone enviar trilhas, selecionar o dispositivo e preencher os dados referente à trilha realizada.

Considerações importantíssimas

 

Os praticantes de atividades outdoor executam o que o wikiloc proporciona há muito tempo. Toda expedição é precedida de uma fase de planejamento e preparação onde se pensa com o ideal, se prepara com o real e se executa o possível. E nesse período de organizar o projeto, decidir itinerários e preparar a logística existe o momento de busca de informação. Uma fase onde contactamos amigos, conhecidos e por vezes desconhecidos para buscar opiniões, dicas, tracklogs, cartas e guias. A ferramenta wikiloc deve ser uma aliada nesses momentos mas é importante que ela seja uma trilha e não um trilho. Atividades na natureza são sensacionais porque são sempre inéditas. O mesmo caminho percorrido no verão e no inverno pode ter características muito diferentes. Aliado a isso o advento da tecnologia é sensacional para viabilizar e facilitar trilhas e travessias, porém é fundamental ter um backup. Pilhas e baterias podem acabar, satélite deixar de funcionar e celulares perderem o sinal. Cartas, bússolas, croquis e, principalmente, o conhecimento de técnicas de orientação são importantes para evitar dissabores e problemas mais sérios.

Relembrando

Um vídeo do canal do youtube Sociedad Geográfica Española com  o discurso de Jordi Ramot, criador do Wikiloc, na entrega de um prêmio em 2013 e logo abaixo os principais pontos aborados:

  • Wikiloc é uma comunidade de intercâmbio de experiências;
  • Os exploradores se ajudam desde os primórdios da humanidade;
  • Descobrir novos lugares ao ar livre com o auxílio de quem já esteve lá nos poupa tempo e evita perrengues;
  • É aconselhável prepara um backup para caso de falha dos dispositivos eletrônicos;
  • Seja cordial e educado se precisar informar incorreções a outro usuário;
  • Observe todos os dados atentamente, principalmente a data que a atividade foi realizada;
  • Ensine e aprenda, não esqueça os feedbacks e tente o mais completo possível ao indicar um caminho.

Bons ventos, boas andanças e explorações!

25 Respostas

  1. […] Um ótimo local para pesquisar trilhas e estradas é o Wikiloc. Tem uma interface simples e fácil, além de ser possível baixar direto para o GPS sem muita […]

  2. Allison oliveira
    | Responder

    Alguém poderia mim ajudar, qual opção para baixar parai PC para depois passar para o GPS: Arquivo, Google earth ou Garmim e seleciona qual resolução?

    • Edinho Ramon
      | Responder

      Olá Alisson!
      Se o seu GPS for Garmin, a melhor opção é conectá-lo no PC e baixar direto para o GPS.
      Caso você precise baixar o arquivo para o PC para passar para um GPS depois, a melhor opção é baixar em GPX (formato para GPS).

      Espero ter ajudado.
      Abraços!
      Edinho Ramon

  3. Sesse - SF
    | Responder

    Como excluir/incluir fotos numa trilha já salva?

    • Edinho Ramon
      | Responder

      Olá De Sesse. Obrigado pelo comentário.
      Selecione a trilha e clique em editar. No painel que abrir você terá as opções de adicionar imagens e/ou apagar.

      Abraços e bons ventos!

  4. Elis
    | Responder

    Salvei mapa da minha cidade off line, mas queria baixar uma trilha que já fizeram e está gravada no app, porém só me dá a opção de pagar por 3 meses ou 1 ano.
    É isto mesmo? Para usar e baixar trilhas de outros usuários tem que pagar?

    • Edinho Ramon
      | Responder

      Olá Elis, obrigado pelo comentario.
      Não é obrigatório pagar para baixar tracklog, não. Provavelmente você clicou no link de doações (donate).
      Da uma olhadinha e vê se não foi isso. 😉
      Abraços Edinho

    • Henrique
      | Responder

      Olá, Elis! Tudo bem?
      To com o mesmo problema que VC…estão me cobrando…VC conseguiu resolver? Se conseguiu, por favor, me ajude!
      Grato

  5. Ricardo
    | Responder

    Prezados, boa tarde! Alguém poderia informar como migro (transfiro) um arquivo de estudo de percurso feito no laptop para acompanhamento via Smartfone. Obrigado.

  6. Hermes
    | Responder

    Mesma coisa está acontecendo comigo, tento baixar a trilha para segui-la, mas o app está me cobrando. Tem como baixar e não pagar ?

    • Edinho Ramon
      | Responder

      Olá Hermes, obrigado pelo comentário.
      Testei novamente e consigo baixar. Só aparece cobrança se clico em “donate”, para doar para o Wikiloc.

      Você pode explicar melhor o que está ocorrendo?

  7. Weslley
    | Responder

    Ao que parece, ta cobrando… fui em todas todas opções “baixar trilha, gravar, baixar trilha + mapa” e todas levam para a página da “compra do guia de navegação”

    • Weslley
      | Responder

      Descobri o motivo… ele pede pra comprar quando tenta baixar a trilha pelo app, mas se baixar pelo site e importar pro app, consegue salvar a trilha gratuitamente

      • Edinho Ramon
        | Responder

        Gratidão por compartilhar essa pane e a solução conosco, Weslley.

        Abraços e bons ventos!

      • Aventureiros do Sertão RN
        | Responder

        Opa,estou com o mesmo problema!
        Segui suas dicas,tentei baixar pelo site.
        Mas não estou conseguindo impontar pro app.

      • Aventureiros do Sertão
        | Responder

        Mesmo seguindo essas dicas,~n estou conseguindo baixar no e importar pro app!
        Só da pra baixar gratis de for pra gps?
        Ou pra app android tbm a certo?

        • Edinho Ramon
          | Responder

          Obrigado por compartilhar seu problema conosco.
          Nós só utilizamos baixando direto para o GPS.

  8. Marcio
    | Responder

    Olá consigo trocar as informações de ritmo ou cordenadas por velocidade máxima alguém poderia me informar…Obrigado

  9. Cadu Costa
    | Responder

    Alguem teve problemas para se cadastrar? Quando tento me cadastrar me é informado que o email já existe e, quando tento iniciar a sessão ou resgatar senha, me é informado que o email não é cadastrado. O que fazer?
    Obrigado!

  10. Felipe
    | Responder

    Subi uma trilha de teste, como faço para deletar?

  11. sergio stapasolla
    | Responder

    no smartfone ..
    como faço para abrir a opção baixar trilhas ?
    como faço para abrir a trilha que fiz no google earh do pc ?

    no aguardo, obrigado

    • Ricardo Oliveira
      | Responder

      Sergio:

      Segue tutorial

      Crie seu mapa com o Google Earth usando um computador
      Salve o mapa com a extensão “kml”
      Exemplo > “Trilha_Morro_Grande.kml”

      Conecte seu celular ao computador com um cabo USB
      Copie o arquivo kml para seu celular
      Copie para a pasta “Download” mas funciona em qualquer pasta

      Abra o aplicativo “ES File Explorer”
      Menu, Local, Armazenamento Interno
      Localize e abra a pasta “Download”
      Clique no arquivo kml
      Será exibida uma tela para você escolher qual app deve abrir esse arquivo
      Selecione Wikiloc
      Será exibida uma tela “Importing trail” confirmando que o mapa foi importado para o Wikiloc
      Clique no botão retornar até fechar todas as janelas

      Pegue sua mochila com lanches, água e todos os apetrechos necessários para sua aventura e siga até o início da trilha.

      ATENÇÃO – VAI SOZINHO ?
      Não esqueça de avisar um amigo ou parentes sobre sua trip.
      De preferência envie o arquivo “KML” por e-mail para essas pessoas.
      Isso pode salvar sua vida caso você não retorne na data e horário previstos.

      Abra o Wikiloc e selecione na tela principal a opção “Trilhas Gravadas”
      Localize seu mapa e clique nele
      Seu mapa será exibido na tela
      Clique na opção “Siga esta trilha”
      Será exibido acima do mapa um sinal de interrogação “?”
      Clique nesse campo para escolher o tipo de atividade
      Exemplo > Trekking, Mountain bike, Moto trial, etc
      Novamente clique na opção “Siga esta trilha”

      ATENÇÃO:
      Tenha muito cuidado ao usar esse app seja em bike, moto ou carro
      Não percorra sua trilha com o aparelho na mão, a não ser que esteja caminhando 🙂
      providencie um suporte para seu celular
      Grave mentalmente os próximos passos do percurso invés de ficar olhando a tela todo o tempo
      Se você se afastar do percurso ou entrar indevidamente em uma bifurcação o APP vai emitir alertas sonoros
      Verifique o mapa na tela e corrija sua direção
      Ao voltar para a trilha um novo alerta sonoro será emitido confirmando que você está no caminho correto

      • Edinho Ramon
        | Responder

        Gratidão pela contribuição Ricardo!
        Abraços e bons ventos!

  12. Rafael Filadelfo Passos
    | Responder

    Bom dia, tenho tenho relógio garmin Fênix, porém não consigo baixar rotas para ele. Alguém poderia me ajudar?

  13. LUIS CESAR
    | Responder

    BOA TARDE EU PAGUEI O WIKILOKI POR UM ANO PARA PODER TER AS TRILHAS OFFLINE NO MEU ANDROIDE, POREM O QUE ESTA APARECENDO PRA MIM OFFLINE É O MAPA DO BRASIL (QUE BAIXEI) , MAS COMO CONSIGO SEGUIR UMA TRILHA OFFLINE SEM GASTAR O CEL?

Deixe uma resposta