Bikepacking – um estilo livre

Bikepacking – um estilo livre

postado em: Aventuras, Outdoor | 0

Bikepacking nada mais é do que viajar, auto-suficiente, de bicicleta. Uma modalidade de cicloturismo com uma "pegada roots". Onde há uma preocupação grande com a mobilidade da bicicleta, evitando-se bagageiros, buscando equipamentos para ajustar a carga diretamente na bike. Onde se leva material de camping e comida, eliminando a necessidade de hospedagens e restaurantes no roteiro. O que acaba garantindo aos aventureiros autonomia e liberdade para decidir seus rumos. O que possibilita que viagens no estilo bikepacking aconteçam por lugares sem estrutura turística, pouco acessíveis e por vezes inóspitos. Requerendo uma boa dose de auto-conhecimento, noções de mecânica, orientação e navegação.

Bikepacking

O bikepacking é uma onda do cicloturismo de aventura que ainda não se ouve falar muito no Brasil. Porém na Europa e nos Estados Unidos já são febre.

Consiste na união do mountain bike e do camping minimalista, eliminando e/ou reduzindo peso para ganhar autonomia. Dentro da idéia de mais leve/mais rápido o aventureiro procura reduzir os equipos, restringindo ao estritamente necessário.

Outra característica nótavel do movimento bikepacking é o setup da bike. Os materiais são acondicionados visando garantir a funcionalidade da bicicleta, pois nesse tipo de trip o ciclista busca estar apto a passar por variados tipos de terreno. Desde de estrada de terras a trilhas íngremes, single-tracks, e estradas abandonadas.

Fotos Rio Triathlon

bikepacking
bikepacking
bikepacking
bikepacking

A bike

A bicicleta para o bikepacking é aquela mountain bike que você já tem e está acostumado a pedalar. É claro que quanto mais técnico for o roteiro que você planeja, maior será a demanda por um equipamento de qualidade.

Em geral, se você já possui uma bike que aguenta umas trilhas  ela vai te atender para o bikepacking.

Alguns pontos que são importantes destacar na preparação da bike para esse tipo de aventura são o conforto, as relação das marchas e maneira como seu material será organizado na bike.

 

Conforto

Considerando os longos períodos de pedais, procure preparar um guidão que possibilite diversas formas de pegada e seja confortável; use um selim confortável, ligeiramente mais baixo que o seu normal, sendo menos agressivo; e esteja com a sua bicicleta regulada para seu corpo.

Relação

A relação de marchas da sua bicicleta é um dos fatores mais importantes ao prepará-la para cicloviagens. Considere o peso da bike, a altimetria do seu roteiro e priorize relações grandes que vão possibilitá-lo pedalar poupando esforço.

Equipos

Considerando que o bikepacking é mais leve mais rápido, elimine todo equipamento que não for essencial. Priorize organizar sua bagagem distribuindo o peso na bike, sem interferir no centro de gravidade. "Framebag" e "seatbag" são excelentes maneira para fazer isso.

Tenho a bike o que falta para meu Bikepacking?

Considerando que o bikepacking é a união do mountain bike e do camping minimalista, o primeiro artigo que consideramos fundamental para a atividade é a barraca. Existem diversas opções no mercado, mas é mais que interessante buscar opções com pouco peso/volume. Uma boa opção é a Barraca Mini Pack nossa barraca, a Bia contou no Review que ela fez.

Outro aspecto muito importante é a hidratação/alimentação. Como o bikepacking demanda muita energia, precisamos estar muito atentos a reposição desta. Em breve postaremos um checklist de como fazemos.

Tendo onde dormir e o que comer, devemos dar atenção a garantia da nossa mobilidade. Para isso, preparar um bom kit de reparos, estando preparado para qualquer eventualidade com a bike e com um kit de primeiros socorros para garantir o nosso bem estar.

Fechando a lista de itens essenciais, GPS, bússola, mapas, cartas e roteiros. Utilizamos muito o wikiloc para baixar tracklogs e é uma ferramenta perfeita. Assim que concluirmos nossa trip disponibilizaremos o track lá.

desenho bikepacking - Fonte: bikepacking.com

Como saber mais sobre bikepacking?

Em que pese o bikepacking ser um termo pouco conhecido no Brasil, temos pessoas muito ligadas e experientes nesse assunto.

O autor de guias de trilhas e cicloviagens Guilherme Cavallari é um desses, se você ler Transpatagônia, Pumas não comem ciclistas vai se certificar do que digo. Cavallari é tão apaixonado pelo tema que ministra um curso de bikepacking no Refúgio Kalapalo, no interior de SP. 

Outra fonte inspiradora é o site gringo bikepacking.com. Uma coletânea de excelentes textos, dicas, fotos e filmes.

Voltando aos brazucas o blog Até Onde deu pra ir de Bicicleta, nosso parceiro da Rede de Blogs Outdoor, tem um e-book gratuito sobre cicloturismo que pode ajudar muito nos primeiros passos.

E uma grata surpresa nacional foi descobrir a Aresta Equipamentos. Um casal de alto-astral, atendimento fantástico e fabricante de equipamentos irados voltados para o bikepacking.

Seguir Edinho Ramon:

Fundador

Fundador do Sua Casa é o Mundo. Apaixonado por viagens, atividades ao ar livre e esportes de aventura. Acredita que sonhar é importante e realizar sonhos é fundamental. Sua missão é inspirar compartilhando histórias, fotos e dicas úteis.

Deixe uma resposta